ÚLTIMAS NOTÍCIAS

BANCO DO BRASIL
    ECONOMIA
    RADAR ON-LINE
    • Crise ameaça marcas populares de cachaça

      Dona das marcas de cachaça Velho Barreiro e Tatuzinho, a Vista Alegre entrou em recuperação judicial.


      Arquivado em:Economia
    • Suzano enfrenta ação milionária na Bahia

      Fazendeiros do Sul da Bahia estão acionando a Suzano. Eles dizem que a empresa provocou prejuízo de 9,5 milhões de reais por congelar os preços da celulose desde 2014.


      Arquivado em:Economia
    • Ex-CEO da Estácio processa a companhia

      Ex-CEO da Estácio, Rogerio Melzi entrou com uma ação trabalhista contra a empresa. Pede 42 milhões de reais.


      Arquivado em:Brasil
    • PT tenta boicotar acordos entre a China e o Brasil

      O PT está trabalhando para boicotar os acordos entre a China e o Brasil. Emissários de Lula cobram fidelidade do partido comunista chinês e exigem que não ele feche negócios com Temer.


      Arquivado em:Política
    • Aécio Neves está confiante quanto a sua reeleição

      Quem anda todo serelepe é Aécio Neves. Ele têm em mãos uma pesquisa dizendo que se elege senador em Minas. Na disputa pela presidência do PSDB, Aécio vai apoiar Marconi Perillo.

      Já na escolinha da filha, o senador não conseguiu ser eleito para padrinho da turma, conforme divulgou o Radar.


      Arquivado em:Política
    • César Maia será candidato ao governo do Rio

      No Rio, por sinal, o DEM definiu que César Maia, pai de Rodrigo, será o candidato ao governo do estado.


      Arquivado em:Política
    • FHC acha que Doria é o melhor candidato para o PSDB

      Fernando Henrique achava que o melhor candidato para o PSDB era Geraldo Alckmin. Achava. Hoje o ex-presidente está convencido de que João Doria tem mais chances de emplacar.

      Doria, aliás, tem feito importantes sinais ao DEM, como o jantar da semana passada. Mas o fato é que a maior referência da legenda, Rodrigo Maia, está mais para Geraldo Alckmin do que para o prefeito de São Paulo.


      Arquivado em:Política
    • Bernardinho já tem em mente nomes para compor sua chapa

      Ninguém tem dúvida sobre a capacidade do ex-técnico Bernardo Rezende, o Bernardinho, em formar grandes times de vôlei. Com o seu interesse pela política e uma possível candidatura ao governo do Rio, porém, muita gente gostaria de saber com qual equipe Bernardinho administraria.

      Na esfera econômica, ele vai recorrer a Armínio Fraga. Numa conversa recente, Bernardinho disse que aceitaria concorrer ao governo do estado pelo Partido Novo, mas só o faria se o ex-presidente do Banco Central indicasse o secretário de Fazenda. Fraga concordou.

      Em relação ao seu companheiro de chapa, Bernardinho tem preferência por José Mariano Beltrame, ex-secretário de segurança do Rio. A um amigo, o ex-técnico disse que ele seria um importante nome no combate à violência, uma mazela que retornou ao estado.

      Mas é cedo para ter certeza da candidatura do técnico. Ele ainda titubeia entre o Senado, o governo ou simplesmente nada. Quem vai dar a palavra final nesse caso é Fernanda Venturini, sua mulher.


      Arquivado em:Política
    • Planalto abre os cofres para derrubar denúncia contra Temer

      O Palácio do Planalto reabriu o feirão para derrubar a segunda denúncia contra Michel Temer. O governo avisou que só vai liberar ambulâncias aos prefeitos aliados de parlamentares que votarão com o presidente.


      Arquivado em:Política
    • Rodrigo Maia também frequenta o ‘boteco do Janot’

      O boteco escolhido por Rodrigo Janot para uma conversa com o advogado da JBS Pierpaolo Bottini, em Brasília, tem outros fregueses ilustres, a exemplo de Rodrigo Maia.

      O deputado e o ex-PGR, inclusive, já se esbarraram por lá.


      Arquivado em:Política
    • Cafu vai organizar torneio de pôquer com celebridades

      Pentacampeão em 94, Cafu vai entrar na jogatina. Em parceria com a CSM Golden Goal, ele vai organizar um torneio de pôquer com celebridades.

      O ex-jogador vai fazer de um tudo pelo torneio, até conseguir patrocínio para a banca.


      Arquivado em:Entretenimento
    • Schvartsman vai trocar diretoria na Vale

      No final do ano, Fabio Schvartsman vai fazer mudanças na diretoria da Vale. A ideia é iniciar 2018 de cara nova.

      O executivo assumiu a mineradora em maio, em substituição a Murilo Ferreira.


      Arquivado em:Economia
    • Gerdau está vendendo hidrelétricas para fazer caixa

      A Gerdau está vendendo duas hidrelétricas. Tenta levantar cerca de 700 milhões de reais com o negócio. O mandato de venda é do Credit Suisse.


      Arquivado em:Economia
    • Filha de Cunha perde clientes de sua agência

      Não é só Cunha que vem perdendo dinheiro após a prisão. A filha dele, Danielle, viu os clientes desaparecerem da sua agência de marketing político.

      Para se manter em alta em Brasília, Danielle pode concorrer a uma vaga na Câmara em 2018. Quem conhece bem a moça  garante que a filha de Eduardo Cunha está pronta para comprar o plano do pai.


      Arquivado em:Política
    • Vida de luxo de Paulo Roberto Costa ficou para trás

      A vida de nababo ficou para trás. Os netos de Paulo Roberto Costa, que desviou 410 milhões de reais da Petrobras, vão sair da Escola Britânica, uma das mais caras do Rio. A ordem em casa é poupar as mensalidades.

       

       


      Arquivado em:Brasil
    • Criminalistas pretendem homenagear Janot em Lisboa

      Na comemoração aos 60 anos de Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, em Lisboa, os advogados criminalistas presentes pretendem fazer um brinde a Rodrigo Janot.

      Graças à Lava-Jato, nunca ganharam tanto dinheiro em tão pouco tempo.


      Arquivado em:Brasil
    • Para ministro, objetivo da CPI da JBS é expor Ministério Público

      De um ministro palaciano:

      “O grande objetivo da CPI da JBS é mostrar que o processo de negociação de delações feito pelo MP não é tão puro quanto boa parte da sociedade imagina”.


      Arquivado em:Política
    • Planalto compara Marcello Miller a Antonio Palocci

      No Palácio, Marcelo Miller vem sendo chamado de “O Palocci de Lula”, uma referência ao poder de destruição do ex-procurador, se ele resolver falar tudo o que sabe sobre Rodrigo Janot, seu antigo chefe.

      De fato, a insatisfação de Miller com o ex-PGR é grande hoje.


      Arquivado em:Política
    • Temer e Joesley torcem para que provas de JBS sejam anuladas

      Inimigos mortais, Joesley Batista e Temer têm agora algo em comum: ambos torcem para que as provas da JBS sejam anuladas.

      Temer, por razões óbvias. Joesley, porque sem os benefícios da delação, as evidências não podem ser utilizadas para aumentar sua pena.


      Arquivado em:Política
    • Denúncia de Janot contra Temer pode ter documentos falsos

      Na segunda denúncia contra Michel Temer, Rodrigo Janot cita inquéritos que o ex-advogado da Odebrecht, Rodrigo Duran, afirma terem provas falsas fornecidas pela empreiteira ao MP. Duran questiona os extratos de uma conta no Meinl Bank, em Antígua.

      Entre os problemas, datas em português num documento em inglês e a movimentação da conta depois de encerrada. Na denúncia, Janot utiliza extratos do mesmo banco, com as mesmas inconsistências, para acusar Temer, Eduardo Cunha e Henrique Alves.

      O extrato abaixo, por exemplo, indica intervalo de dois anos entre duas movimentações, uma em 6 de outubro de 2010 e a seguinte em 26 de setembro de 2012. Outro extrato da mesma conta mostra, entretanto, que foram feitas transações neste período.

      Além disso, o extrato foi feito no dia 14 de outubro de 2016. Na data, o sistema do banco estava sob bloqueio de autoridades suíças, inviabilizando a operação.

      O saldo também é alvo de suspeitas. Um extrato aponta para cerca de 1,3 milhões de dólares. Em outro, da mesma conta e data, o montante está negativo em 178 mil dólares.

      (Reprodução/Reprodução)

      Já no documento abaixo, oito transferências bancárias (book transfer) foram inseridas de forma manual, e consideradas fraude. Elas estão sublinhadas.

      (reprodução/Reprodução)

       

       


      Arquivado em:Política