fantasmas2
26 julho 2017
Categoria: Destaque
26 julho 2017,
 25

NOVOS FANTASMAS

Em 11 de julho último, a Comissão Interministerial de Governança Corporativa e de Administração de Participações Societárias da União – CGPAR promoveu reunião com representantes das operadoras de planos de saúde de autogestão das empresas estatais com objetivo de formular minutas para Resoluções que estabeleçam diretrizes e parâmetros para o custeio da empresas estatais federais sobre benefícios de assistência à saúde.

O Banco do Brasil e a CASSI estiveram presentes por prepostos, mas NENHUM dos eleitos da CASSI foi chamado para essa importante discussão.

Essas minutas muito lembram a famigerada Resolução CGPC 26 que determinou a divisão de superávits com empresas patrocinadoras, pois, a exemplo daquela que trouxe prejuízos à PREVI e a nós, participantes e assistidos,  essas constituem ameaças imediatas à saúde financeira da CASSI – Plano Associados, rompe compromissos estatutários e fere direitos adquiridos. Observem, por exemplo que logo em seu Art. 4°  já decreta:

“Art. 4° – Estabelecer que a adesão de novos empregados em planos de saúde, modalidade autogestão, será permita desde que o plano atenda as seguintes condições:

I – mensalidade por beneficiário, de acordo com faixas etária e salarial;

(…)

Art. 5° – & 4° A contribuição da empresa estatal federal para o custeio do benefício de assistência à saúde não poderá exceder à dos empregados”.

A FAABB em Ofício à CASSI, alertou para as ameaças ao nosso Plano Associados, condenou o alijamento de nossos eleitos nessas discussões palacianas e solicitou imediata convocação de Reunião na CASSI com a presença de toda a governança e representantes dos trabalhadores e aposentados e pensionistas do BB.

Veja as Minutas clicando aqui:

Reuniao CGPAR-Cassi_2

 

 

25 responses on “AMEAÇAS À CASSI – RESOLUÇÕES SENDO TRAMADAS NA SURDINA

  1. bereta disse:

    Só devem permanecer os planos assistenciais de suas excelências. A arraia miúda que se dane. E quando as excelências forem além do excelente, que sejam internadas do sírio-libanês ou no Albert-Einstein, a depender da ideologia de cada excelência.

  2. Carlos Alberto Meirinho disse:

    Absurdo

  3. Eloi Holz disse:

    É uma vergonha s falta de respeito da cassi eu pago 1000 reais por mês e não tenho assistência mínima qdo preciso. Moro em Sta Maria e Sta Rosa não tem nenhum especialista credenciado e fala em cassi os profissionais dão risada pelo péssima atenção, pagam quase nada e leva meio ano pra pagar e os associados que se virem.
    Queremos uma soluçao

  4. Darcy Pereira de Meira disse:

    Isso é muito sério e devemos nos unir para coibir tais desmandos.

  5. Flaudecy de Oliveira Manhães disse:

    Sem a união de todos , a CASSI está com os dias contados. Se acham que é exagero, esperem.

  6. Nahara Silvia Batista Marques disse:

    Receber comunicados

  7. Hildejundees Freitas disse:

    Mais um golpe desse governo irresponsável que, cínicamente, desrespeita direitos adquiridos e ainda tem o displante de publicamente declarar que “a população vai entender”. O caminho é a Justiça, face a tamanho desrespeito, na esperança de que os Srs.Mministros de tribunais superiores hajam com o mesmo senso de justiça, independência profissional e responsabilidade que um Juiz Federal acaba de demonstrar ao determinar o cancelamento do atual aumento dos combustíveis, outra indecente postura meramente arrecadatoria, em contra-partida com a distribuição de benesses financeiras a parlamentares objetivando apoio legislativos às sandices governamentais.

  8. Hamilton Omar Biscalquini disse:

    Absurdas decisões, prejudiciais aos assistidos, que aliás não foram chamados a opinar.

  9. Adolpho Nogueira disse:

    Medida truculenta, antidemocrática, desrespeitosa, criada, em última análise, para aumentar o caixa do Tesouro, por via de elevação dos dividendos do BB àquele Órgão (no caso da CASSI), porque menor será o gasto do Banco com seu funcionalismo da ativa, dependentes, aposentados e pensionistas, e, em consequência, maior o lucro. Acabará com a solidariedade – que, a meu ver, é sistema que consubstancia justiça social – elevando drasticamente os gastos dos associados da CASSI, muitos dos quais, já com orçamento apertado, terão dificuldades para arcar com aumentos proporcionalmente exagerados. Nossas Entidades (FAABB, AAFBB e outras) já se movimentam para tentar minimizar os estragos, que, lamentavelmente, virão como eles querem, porque, por se tratar de RESOLUÇÃO, não tem contemplação. Creio que está perto o dia em que os eleitores brasileiros aprenderão a votar com qualidade, responsabilidade, consciência. É o único caminho para uma possível mudança.

  10. Cleci G.Schaurich disse:

    Mais um absurdo desse governo sujo, corrupto ! Não podemos nos calar ! Precisamos lutar por nossos direitos.

  11. Saulo sartre disse:

    Ao que me parece a única saída será judiciarização

  12. Luiz Alberto de Souza disse:

    Não vai haver nenhuma alteração para mim. A CASSI já não está atendendo ao associado em suas necessidades porque falta profissionais na rede de atendimento. Muitos descredenciamentos em todo e território nacional. Lamento!

  13. Abelardo Castro Salazar disse:

    Bando de covardes, pena que eu tenha ficado velho.

    • faabb disse:

      Não estamos velhos. Apenas acumulamos mais primaveras do que os outros e assim, reunimos experiências e essas são boas conselheiras

  14. Márcio Silvestre disse:

    Isso é um ultraje à governança e aos princípios éticos de mercado

  15. Wagner Roberto nurchis disse:

    Em um país que a lei foi feita para ser burlado e o povo continua ser saber escolher os seus fiscais e governantes..
    As eleição estão aí vamos dar a resposta????????????

  16. Joao Bosco disse:

    Percebemos somente agorabque nao basta irmos às ruas?

  17. Pedro Paim disse:

    A minuta trata da adesão dos “novos empregados”. Significa que, mantida a atual redação, nenhum dos atuais associados da CASSI será atingido.
    Alguém imagina que o atual sistema vigente na Cassi permanecerá “até o fim dos tempos”?

    • faabb disse:

      Caro Paim… Vc se lembra da PREVI em 1997 quando criou o Previ Futuro? É mais ou menos assim. Só que, no caso CASSI, se a CASSI tiver de abrir outro plano para os novos funis, terá de fechar o nosso, atual Plano Associados… E quanto tempo nosso Plano Associados sobreviverá com a gente envelhecendo, gastando mais e sem contar com a contribuições dos novos, mais jovens?

  18. ROMIVAL ROSÁRIO BOMFIM disse:

    De onde não se espera… daí é que não sai nada, mesmo. Isto foi cantado e decantado pelos que resistiram ao golpe.de Temer, ou golpe de temer. O povo, nós, temos que custear a farra dos bilhões liberados aos deputados e senadores e, pasmem, não é para fazer algo pelo pais, é dinheiro nosso para livrar os caras da cadeia. Quem pensa que esta situação vai ser resolvida “democraticamente”, hordeiramente e cordeiramente, estão enganados. E, se duvidam, paguemos para ver. Lembrando que, quem paga para ver, v,ê demais.

  19. Lucinda Rosa Lopes disse:

    gente esse presidente ficou foi louco mexendo edm tudo e afuindando nosso pais

  20. Vagner Meira Nascimento disse:

    Todos da CASSI devem se unir, na íntegra trata-se de uma resolução absurda e inadmissível, no que refere-se a perca de diretos dos Associados.

  21. Francisco Pedro PRIMO disse:

    A CASSI foi criada pelos funcionários do BB, há mais de 70 anos, para cuidar da assistência à saúde dos funcionários e familiares, com fonte de financiamento exclusivamente incidente sobre o salário bruto do funcionário numa época em que o salário do BB era alto. Agora que o salário dos funcionários do BB é baixíssimo, como garantir que a CASSI ofereça as condições mínimas para um público que se acostumou a ter tudo do geito que sempre desejou? A sustentabilidade da CASSI passa pela compreensão e disposição dos associados em entenderem que ela é nossa. Somente os associados têm interesse na CASSI. O mercado é cruel, tudo que eles querem é que a CASSI abra espaço para eles crescerem. Acordo, povo!

    • faabb disse:

      Sim, mas agora, muito mais do que nossos embates contra o Patrocinador BB, temos o Governo querendo impor regras que ferem de morte o Plano Associados. Temos desenvolvido um trabalho junto a todas as autogestões para trazê-las para o debate, pois as Resoluções atingem a todas

  22. Francisco Pedro PRIMO disse:

    Correção: jeito

Deixe uma resposta para bereta Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>